(074) - 988399053

NO AR

A Voz do Brasil

Com Voz Do Brasil

Mundo

Israel anuncia que não haverá cessar-fogo até que reféns sejam libertados; ACOMPANHE

Desde o início do conflito, 9.227 morreram em Gaza, segundo o grupo terrorista Hamas (o número não foi confirmado de forma independente), e em Israel, foram 1,4 mil mortos. Nesta sexta-feira (3), saiu a nova lista de pessoas autorizadas a sair de Gaz

Publicada em 03/11/2023 às 13:41h

por G1


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: GOOGLE)

Agência da ONU relata falta de água e comida em GazaFalta água e comida em Gaza, relatou nesta sexta-feira (3) a Agência das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNRWA).

"Não há agua, não há comida, não há comida (...) O que fizemos de errado?", diz um homem em um vídeo publicado pela agência na rede social X (ex-Twitter).

Drones americanos procuram reféns em Gaza

Drones dos Estados Unidos estão sobrevoando Gaza para ajudar nas buscas pelos israelenses mantidos reféns pelo Hamas. A informação foi confirmada pelo Departamento de Defesa dos EUA -- o Pentágono.

"Em apoio aos esforços de recuperação de reféns, os Estados Unidos estão realizando voos de veículos aéreos não tripulados desarmados sobre Gaza, e fornecem assessoria e assistência para apoiar nosso aliado israelense, enquanto trabalha em seus esforços de recuperação de reféns", disse o porta-voz do Pentágono, o general da brigada Pat Ryder, em um comunicado.

Segundo Israel, mais de 240 pessoas ainda estão sob o poder do grupo terrorista.

Drones americanos procuram reféns em Gaza

Gaza diz que dezenas de palestinos em ambulâncias foram mortos em ataque de Israel

O ministério da saúde em Gaza, órgão controlado pelo Hamas, disse que dezenas de palestinos foram mortos e feridos nesta sexta-feira (3) em um ataque israelense a um comboio de ambulâncias que transportava pessoas gravemente feridas em Gaza.

O porta-voz do Ministério da Saúde, Ashraf Al-Qudra, já havia anteriormente informado que palestinos gravemente feridos seriam transferidos com urgência para tratamento no Egito.

Líder do Hezbollah diz que EUA são 'totalmente responsáveis' por guerra

O líder do grupo libanês pró-iraniano Hezbollah disse nesta sexta-feira (3) que os Estados Unidos são "totalmente responsáveis" pela guerra em Gaza.

"Os Estados Unidos são totalmente responsáveis pela guerra em curso em Gaza, e Israel é apenas um instrumento", declarou Hassan Nasrallah, acrescentando que os EUA "impedem o cessar-fogo e o fim da agressão".

Nesta sexta, o líder do Hezbollah fez o seu primeiro pronunciamento desde o início da guerra, em 7 de outubro.

Israel anuncia que não haverá cessar-fogo até que reféns sejam libertados

O governo israelense informou ao secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, que não haverá um cessar-fogo a menos que os reféns sejam libertados. A declaração foi feita pelo ministro da Defesa israelense, Yoav Gallant, durante uma reunião entre o Gabinete de Guerra e Blinken, nesta sexta-feira (3).

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu também repetiu a informação durante um pronunciamento público televisionado nesta sexta.

“Israel recusa um cessar-fogo temporário que não inclua o regresso dos nossos reféns”, disse.

Segundo dados divulgados por Israel na quinta, ainda existem 242 israelenses mantidos reféns pelo Hamas.

Líder do Hezbollah diz que ataque de outubro foi '100% palestino'

O líder do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, faz nesta sexta-feira (3) o seu primeiro discurso desde o início do conflito entre Israel e o Hamas, em outubro.

Segundo ele, a operação lançada pelo Hamas em 7 de outubro foi “100% palestina”. Nasrallah também afirmou que as ações de seu grupo contra Israel na fronteira libanesa podem parecer modestas, mas são “muito importantes”.

De acordo com ele, uma nova escalada ao longo da fronteira libanesa depende da escalada da violência na Faixa de Gaza. “Estamos prontos para todas as possibilidades.”

Ele também agradeceu a grupos no Iêmen e no Iraque por participarem do conflito contra Israel.

O seu discurso ocorre em meio à escalada de tensão entre o Hezbollah, que é apoiado pelo Irã, e Israel.

Brasileiro registra bombardeio em Gaza

O brasileiro Hassan Rabee, que aguarda com a família a liberação para cruzar a fronteira da Faixa de Gaza com o Egito, registrou mais um bombardeio na região.

Pelo terceiro dia, os brasileiros ficaram de fora da lista com nomes de civis que poderão deixar o território. As listas e as liberações começaram a ser feitas após um acordo fechado entre Israel, Egito e o Hamas.

A lista divulgada nesta sexta (3) traz mais de 550 nomes de pessoas com cidadania nos Estados UBlinken diz que Israel tem 'obrigação' de 'se defender'

O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, afirmou nesta sexta-feira (3) em Tel Aviv que Israel tem o "direito" e a "obrigação" de "se defender" para garantir que o ataque do Hamas de 7 de outubro "nunca mais aconteça".

"Continuamos convencidos de que Israel não só tem o direito, mas a obrigação de se defender e de fazer tudo o que estiver ao seu alcance para que o 7 de outubro nunca mais aconteça", disse Blinken, na sua segunda visita a Tel Aviv desde o ataque do grupo islâmico palestino.nidos, Reino Unido, Itália, Indonésia, Alemanha e México. Leia mais detalhes.

Israel destrói túneis usados pelo Hamas em Gaza

Os militares israelenses divulgaram nesta sexta-feira (3) imagens das tropas descobrindo e destruindo túneis que pertencem ao grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza, segundo informações das Forças de Defesa do país.

As forças israelenses atacaram Gaza por terra, mar e ar durante toda a noite. Durante a operação terrestre, Israel afirmou ter matado vários terroristas. Um deles era Mustafa Dalul, responsável por comandar membros do grupo terrorista no combate aos soldados de Israel.

As tropas também localizaram material de inteligência, explosivos e armas em um edifício na região de Beit Hanoun, no nordeste de Gaza.

Mauro Vieira deve pedir a Israel para acelerar saída de brasileiros de Gaza

O embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer, afirmou em entrevista à GloboNews nesta sexta-feira (3) que o Ministério das Relações Exteriores mantém diálogo intenso para permitir que os cerca de 30 brasileiros na Faixa de Gaza sejam autorizados a deixar a zona de confronto.

Segundo Meyer, o ministro Mauro Vieira deve conversar por telefone ainda nesta sexta com o ministro das Relações Exteriores de Israel, Eli Cohen, para viabilizar a inclusão dos brasileiros nas listas de autorizados a fazerem essa travessia no posto de Rafah, entre Gaza e o Egito. Leia mais.

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Quais Redes Sociais Você Usa Mais??

 Facebook
 Instagram
 Twitter
 Youtube







.

LIGUE E PARTICIPE

(074) - 988399053

Usuários Online: 2
Copyright (c) 2024 - Rádio São Francisco FM - 104,9mhz - Radio São Francisco FM 104,9